sexta-feira, 7 de maio de 2010

Katyn será exibido em Maputo

Sexta-Feira, 21 de Maio; CCFM às 17h00 e 20h00
Quarta-Feira, 26 de Maio; UEM: Faculdade de Letras e Ciências Sociais às 15h00

Cinquenta anos após a sua primeira criação cinematográfica sobre a revolta de Varsóvia intitulada “O Canal” – o clássico que colocou o cinema polaco na cena internacional – o mestre Andrzej Wajda oferece-nos “Katyn”, um outro filme sobre a tragédia da Segunda Guerra Mundial. O filme deve o seu título à região florestal da Rússia actual, onde 21.768 oficiais e civis polacos foram executados pela polícia secreta de Estaline, a NKVD.

“Katyn” empenha-se em dar mais clareza a um acontecimento que foi durante um longo período deliberadamente encoberto de mistério. Durante os cinquenta anos da influência soviética, os relatos oficiais sobre o Katyn culpabilizaram nesta tragédia o regime nazi da Alemanha. Na altura em que Mikhail Gorbachev e posteriormente Boris Yeltsin assumiram a culpabilidade soviética, a verdade sobre Katyn já era um segredo aberto.

Ver o filme no Vídeo Google (versão integral legendado em português):
http://video.google.com/videoplay?docid=-2080155985610903776

Katyn / Ficha Técnica
Co-produção: Polónia – União Europeia
Realizador: Andrzej Wajda
Drama, 115 min, 2007, com legendas em inglês
Com: Andrzej Mijewski, Maja Ostaszewska, Andrzej Chyra

4 comentários:

Anónimo disse...

Acabei de ver algo que me revoltou imenso. Policia Moçambicana - PRM a disparar tiros para o ar em plena Av. Eduardo Mondlane em Maputo junto ao colégio arco íris, com dezenas de carro perto e muitos jovens concentrados nas ruas. Um acto de irresponsabilidade, estupidez que merece a nossa indignação, revolta e condenação. é moçambique no seu dia a dia.

Custódio Duma disse...

Esta cidade é muito interessante. Eu tb no consigo perceber o imaginario que governa a mente do nosso polícia...

Sinto muito e me consolo que ninguem tenha apanhado uma bala perdida.

Obrigado amigo por alertar..

Américo disse...

Sobre Katyn, este é um filme que dá ver. Espreitei no Youtube, e vi a forma cínica como foram assassinados os Oficiais polacos: com tiro na nuca, um a um. Aquilo foi diabólico. Acho que vou ver este filme de novo.

Custódio Duma disse...

Américo,

É muito triste o que ao longo da historia os homens foram fazendo. O mais intrigante no assassinato de Katyn é o facto dos russos terem mentido sobre o sucedido. Mataram e mentiram.

Eu vejo esse filme com rigor.

E triste foi a morte da comitiva presidencial...opa, a historia pahhhhh