terça-feira, 18 de outubro de 2011

O Palhaço Dançarino que Queria ser Herói

Era uma vez, um palhaço dançarino que vivia na Cidade Capital das Acácias. Tão dançarino ele era que não sabia dançar e, por vergonha fingia que era herói. Tantas histórias inventou até que num ramo feminino, acabou andado de carro dos deputados.
Muito contestados eram os tais carros parlamentares que comprados numa época em que se pregava a austeridade, ninguém parecia escutar. Sabia o palhaço que essa austeridade era só para o Zé-povinho que de política nada entende.
Era bocudo o tal palhaço, tão mal falava que chegava a ofender os seus próprios pais e sua mulher que aos poucos também foi perdendo os miolos. Afinal, de palhaçada não se vive.
Um dia, o palhaço dançarino percebeu que o seu futuro como dançarino andava comprometido porque não sabia dançar, decidiu então armar-se em palhaço empresário que vende direito. Tão insignificantes eram os seus rendimentos que na verdade nunca melhorou a ponto de mudar de vida.
Percebeu então, o palhaço dançarino que a sua terra natal podia ser um bom produto para vender. Mas a terra, só por mentira, no País das Acácias, pertence a todos e a ninguém pode ser vendida. Assim, decidiu colher algumas folhas de árvores secas e para si cozeu roupas parecidas às dos macacos selvagens que só pensam na comida, no sexo e no descanso. Afinal, o dançarino palhaço, era um animal selvagem.
Quando o País das Acácias abre a época das palhaçadas democráticas, o palhaço dançarino que queria ser herói vem com as suas: ou porque é mais palhaço que todos, ou porque tem sangue real, ou porque cultiva a sua comida de madrugada ou ainda porque sabe tudo e mais alguma coisa. A única coisa que parece não saber é que ele é somente um palhaço.
O palhaço dançarino que queria ser herói atinge o seu orgasmo na época das palhaçadas democráticas. Perde a cabeça, abre as pernas, rasga a boca e lambe todo o tipo de sujidade. Suas palhaçadas chegam a ser ridículas quando começa a irritar àqueles que ele queria escovar. De repente está sozinho, pescando na rocha.
Um palhaço tem aquela cara ridícula, aquela fala nojenta e aqueles olhos mal direccionados. Nada de errado. Mas tem também as calças furadas na zona traseira, deve até tomar no buraco, tem dentes sujos e bolsos vazios. Nada de errado. O errado mesmo é ele se convencer que tudo é mentira, que todos os outros são ignorantes e que ele é o máximo.
Num desses dias o Chefe do País das Acácias, o mesmo que é promotor da orgia dos palhaços e das palhaçadas democráticas prometeu-lhe um lugar lá na sede dos palhaços mor. Prometeu-lhe uma casa num parque de diversão, prometeu-lhe uma viatura que fosse executiva. Foi assim que o palhaço dançarino mudou de nome, mudou de rua, mudou de roupa, mudou de amigos e até de ideais. Mas as promessas do chefe tinham uma condição: nada de querer ser herói, não há mais lugar para heróis, ainda mais quando se é palhaço. Todos os palhaços deviam saber dançar um certo ritmo batido no norte e assim foi.
Mas como o nosso palhaço não sabia dançar, sabem o que lhe aconteceu? O óbvio: disse como fazem os macacos que o chão é que estava torto. E como era uma orgia dos palhaços todos outros sentiam o mesmo e ficaram felizes, entraram em gargalhadas, em delírio e começaram a dançar!

Continua….

9 comentários:

EMendes disse...

O texto esta bem redigido. Mas ta menos claro. Kem sera o palhaco? Este escovinha ja k na cidade das acacias sao tantos escovas e lambebotas mesmo xeias de matope eles lambem.

Felippe disse...

Prezado Sr. Custódio,
Por um acaso este palhaço não anda sumido aí do País das Acácias? Pois aqui, no Pais das Bananas (Brasil), para ser mais exato na geografia, aqui em minha cidadela (São Pedro da Aldeia, interior do Rio de Janeiro) existe um "cabra" com todas as características de tal palhaço, mostradas por vós. Só que aqui ele está até pensando em tirar a roupa de palhaço e se vestir de rei; dizem os perversos que ele até comprou uma coroa. Pois bem caro Custódio, se sentir falta dele por aí, pode me dizer, nós mandamos o que temos aqui. Será um prazer!
Um grande abraço.
Luis Felippe
Maluqueira Geral

Custodio disse...

Opa, EMedes, to aqui a pensar comigo se coloco o nome dele ou nao...melhor nao para nao ofender!!

Custodio disse...

Filippe, a coisa é que alguém inventou uma ciência para clonar...e assim começou a historia das palhaçadas e dos palhaços que querem ser heróis, que querem ser reis e tudo resto...com a clonagem se multiplicam por ai de uma forma extraordinária...

Custodio disse...

Filippe, a Dilma Rousseff está cá em Moçambique, ao lado de Robert Mugabe e Jacob Zuma..

Felippe disse...

Bom dia,

Mas nem só da Dilma é feita a trambicagem no Brasil. Acho até que ela está se esforçando para diminuir a corrupção. O problema é a "máfia" que está ao redor de tudo que é público por cá.

Custodio disse...

Ela é uma mulher que inspira bastante...com gente como ela podemos acreditar que o mundo pode ser diferente...

Vagner da Silva disse...

Polícia Federal prende professor que faz greve julgada legal pelo TRT e agride deputado federal a cacetadas, precisamos divulgar isso.


Tuninho Rabello

É preciso que seja espalhado pelo mundo as imagens da prisão do Valdir. A arbitrariedade e as acusações são dignas dos períodos mais sombrios da ditadura militar. Os policiais que não se identificaram escolheram um bode expiatório! Se o Prof. Valdir for levado ao presídio, conforme as últimas notícias, devemos criminalizar a Polícia Federal, por sua truculência e abuso de autorida......de (há registros ...claros!); ao Reitor, pela falta de condições de conduzir um diálogo dentro da UNIR e de conduzir a própria UNIR; aos seus apoiadores (todos!) por serem obtusos e não conseguirem ler a UNIR além de seus laboratórios e projetos de pesquisas maravilhosos, achando que isso é tudo na vida; ao Secretário da SESU, por demorar tanto para uma definição dos rumos; ao Ministro da Educação e Pré-Candidato à Prefeitura de São Paulo, por não se manifestar de forma contundente sobre o problema que enfrentamos.
Pela descriminalização dos sujeitos que fazem a greve que já foi julgada legal!
Pela Liberdade IMEDIATA do Professor Valdir!
Pela Renúncia ou Exoneração ou Prisão, dos verdadeiros culpados pelo caos que nos encontramos hoje aqui na universidade federal de Rondônia!

aqui está o link do momento, da prisão do prof Valdir: http://www.youtube.com/watch?v=xnj1zx0nW3M&feature=share

repassem para todos ! estamos todos juntos nessa ! grato

Anónimo disse...

Acho que conheco esse Palhaco!

Leopoldo