quarta-feira, 28 de abril de 2010

Tintas Robbialac estalinista

A empresa portuguesa de tintas Robbialac criou uma nova cor de tinta a que deu o nome de “Vermelho Estaline” (Sic!).

Para comprovar o tamanho da criatividade, pode-se dirigir ao catálogo dos seus produtos disponível na Net:
http://www.robbialac.pt/folder/catalogo/ficheiro/1_catalogotintagemcolorizer2008.pdf

Já imaginou uma tinta do tipo: “Preto Mussolini”, “Cinzento Salazar” ou “Castanho Hitler”? Pois é, Mussolini ou Salazar são figuras politicamente incorrectas. Mas já o Stalin, responsável pelos horrores do Holodomor, Massacre de Katyn ou GULAG, a julgar pelas sensibilidades dos “criativos” de Robbialac é um estadista completamente aceitável.

Eu pessoalmente assumo a minha própria responsabilidade em não comprar nenhum produto Robbialac, até que a empresa retire do mercado a tinta genocidária, pedindo as desculpas públicas aos milhões de vítimas de estalinismo, na Rússia, ou em qualquer outro país do Mundo.

Mostrar a sua opinião à Robbialac: robbialac@robbialac.pt; Telefone: + 351 21 994 77 00; Fax: +351 21 994 77 94; Linha Verde: + 351 800 200 725.

Fonte:
http://darussia.blogspot.com/2010/04/robbialac-cria-tinta-especial-para-casa.html
Últimas: A Robbialac retirou a sua tinta “Vermelho Estaline” do catálogo e o próprio catálogo neste momento já não está disponível na Internet.

7 comentários:

Abdul Karim disse...

Gostei desta "chamada de atencao" criativa pra robiallac,

Vamos la ver se os "criativos" da robiallac consideram a "chamada de atencao".

V. Dias disse...

Eu tenho uma apreciação diferente. Não tenciono comprar tinta nenhum nos próximos 10 anos, mas a ter de fazê-lo comprava sem problemas. Uma publicidade têm vários sentidos / interpretação alegórico, cabe a cada consumidor tirar suas ilações.

Se para uns dar nome de Obama a restaurantes e/ou seus rebentos, etc., para outros, sobretudo no Oriente ista intenção nem pode sair dos pensamentos. Ora, estamos perante uma questão que deve ser vista de dois ângulos, os apologistas e os contra. O meu amigo tem todo o direito de não comprar a marca, mas não pode no meu entender exaltar a sua proibição. Eu vejo Salazar com outros olhos e disse bem "politicamente incorrecto", mas um economista de se lhe tirar o chapéu. A mesma coisa em relação a Estaline, um assassino? Talvez, eu tenho-o como um homem de convicções, revolucionário, enfim, seus actos correspondeu a época em que viveu.

O vermelho em termos alegóricos significa perigo, vitalidade e ambição...Como disse acima, cada um tire a suas próprias conclusões. Ademais, escrevi em tempos que os nomes nem sempre reflectem a grandeza das coisas, referia-me ao facto da nossa selecção ostentar o nome de Mamba que de Mamba só tem mesmo o nome....

Zicomo

Jest nas Wielu disse...

2 Zicomo

Se acha que o chá Mussolini ou presunto Hitler farão bem a sua saúde física e mental, então não tenho outros comentários.

V. Dias disse...

Wielu,

Meu nome é Viriato Dias e não Zicomo.

O que é que o nome de um (herói para uns, gato-pingado para outros) tem a ver com o produto? O rótulo de um produto afecta por acaso a qualidade desse produto?

Só vive num telhado de vidro, por isso não venha com seus sermões que eu já era presbítero quando você aspirou em ser acólito.

Zicomo

Robbialac disse...

A Robbialac vem esclarecer que nunca foi sua intenção ofender as vítimas do Estalinismo.
Nessa medida e para que não restem quaisquer dúvidas, a Robbialac decidiu eliminar a designação “vermelho-Estaline” e “vermelho Rússia” dos catálogos em que as mesmas vêm mencionadas.
A Robbialac está presente no mercado nacional há 79 anos, tendo sempre mantido uma postura de escrupuloso respeito pelos seus consumidores e colaboradores.
TINTAS ROBBIALAC, S.A.

Jest nas Wielu disse...

2 Viriato Dias,

(desculpe a confusão anterior com os nomes).

Para mim o sujeito em questão não é um “gato-pingado”, mas é um dos piores criminosos na história da Humanidade, responsável pelos inúmeros genocídios, purgas políticas, repressões e deportações em massa, etc.

Basicamente: Gengis Khan, Hitler, Pol Pot e Mão não mataram tanta gente, quando ceifou Stalin.

De qualquer maneira, não vou alongar-se em mais discussões consigo, pois a empresa Tintas Robbialac S.A. já se pronunciou, desta maneira considero o assunto encerrado.

Atenciosamente.
JNW

Custódio Duma disse...

Ta de parabens a ROBBIALAC SA que teve a coragem de vir admitir que a sua prepotencia estava a conduzi-la para o abismo!