sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Contra a perseguição do WikiLeaks

A campanha de intimidação massiva contra o WikiLeaks está assustando defensores da mídia livre do mundo todo.
.
Advogados peritos estão dizendo que o WikiLeaks provavelmente não violou nenhuma lei. Mas mesmo assim políticos dos EUA de alto escalão estão chamando o site de grupo terrorista e comentaristas estão pedindo o assassinato de sua equipe. O site vem sofrendo ataques fortes de países e empresas, porém o WikiLeaks só publica informações passadas por delatores. Eles trabalham com os principais jornais (NY Times, Guardian, Spiegel) para cuidadosamente seleccionar as informações que eles publicam.
.
A intimidação extra judicial é um ataque à democracia. Nós precisamos de uma manifestação pública pela liberdade de expressão e de imprensa. Assine a petição pelo fim dos ataques e depois encaminhe este email para todo mundo – vamos conseguir 1 milhão de vozes e publicar anúncios de página inteira em jornais dos EUA esta semana!
.
.
O WikiLeaks não age sozinho – eles trabalham em parceria com os principais jornais do mundo (NY Times, Guardian, Der Spiegel, etc) para cuidadosamente revisar 250.000 telegramas (cabos) diplomáticos dos EUA, removendo qualquer informação que seja irresponsável publicar. Somente 800 cabos foram publicados até agora. No passado, a WikiLeaks expôs tortura, assassinato de civis inocentes no Iraque e Afeganistão pelo governo, e corrupção corporativa.
.
O governo dos EUA está usando todas as vias legais para impedir novas publicações de documentos, porém leis democráticas protegem a liberdade de imprensa. Os EUA e outros governos podem não gostar das leis que protegem a nossa liberdade de expressão, mas é justamente por isso que elas são importantes e porque somente um processo democrático pode alterá-las.
.
Algumas pessoas podem discordar se o WikiLeaks e seus grandes jornais parceiros estão publicando mais informações que o público deveria ver, se ele compromete a confidencialidade diplomática, ou se o seu fundador Julian Assange é um herói ou vilão. Porém nada disso justifica uma campanha agressiva de governos e empresas para silenciar um canal midiático legal. Clique abaixo para se juntar à chamada contra a perseguição:
.
.
Você já se perguntou porque a mídia raramente publica as histórias completas do que acontece nos bastidores? Por que quando o fazem, governos reagem de forma agressiva, Nestas horas, depende do público defender os direitos democráticos de liberdade de imprensa e de expressão. Nunca houve um momento tão necessário de agirmos como agora.

5 comentários:

Chacate Joaquim disse...

Alo . C. Duma! Como vai?

Julian Assange, é herói sim, porque veja, os governos são democraticamente eleitos e daí passa a serem mandatários do povo. No entanto quando já estão no poder há informações que não querem passar aos seus mandantes!

Segundo, a Wikileaks divulga informações e pronunciamentos de outras entidades, passando deste modo a obrigar essas entidades a serem mais responsáveis e veja eles tem uma rede forte que trabalha na investigação.

A questão devia ser, o que os EUA fazem no mundo? Por que o mundo continua a cooperar com eles? Quem deve dar as provas é a EUA.

Valdecy Alves disse...

Precisamos cada vez mais divulgar para cada pessoa, de todas as idades, de todas nacionalidades, credos de todas faixas etárias... a Declaração Universal dos Direitos Humanos. Leia matéria sobre o tema em: http://valdecyalves.blogspot.com/2010/12/direitos-humanos-declaracao-universal.html

Rede Global disse...

Olá!

Esses dias atrás participei de um evento na Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep) para discutir a possibilidade de se implantar um projeto de universidade livre por aqui. Foi bastante produtivo e, o mais interessante, pessoas de vários setores se envolveram dando sugestões.

Para quem tiver interesse em conhecer o conceito, vejam aqui: http://migre.me/2Ke17

Também abrimos um grupo no Ning da Rede Global de Cidades Inovadoras para discutir o assunto: http://redeci.ning.com/group/universidadedacidade


Quem tiver contribuições para fazer ao projeto será muito bem-vindo!


Obrigada pela atenção.

Tenha uma boa semana!

Evaristo Maússe disse...

alô Duma.

eis aqui um interessante assunto que mexe com as mais elementares liberdades individuais.

Assange é um grande preservador desta liberdade, não importa o preço que ele possa pagar a divulgar tais "documentos secretos", pois não creio que seja justo que muitos não conheçam a verdadeira realidade do mundo que os rodeia. a existência de classes sociais trás consigo estes problemas. o mundo não necessita de diferênças entre as demais partes integrantes do mesmo.
Aqui em moçambique precisamos de um Assage em Moz.

Abdul Karim disse...

Festas Felizes e Feliz Natal, Duma.